sexta-feira, 2 de agosto de 2013

Qual a função das Redes Sociais nas Promoções e Concursos Culturais com a nova portaria?

Share
Com as novas regras da Portaria 422, a diferenciação do uso de redes sociais para Promoção e Concursos ficou bastante grande e clara:

Quando falamos em CONCURSOS CULTURAIS, está expressamente proibido fazer uso de qualquer canal social (Facebook, Twitter, Google Plus, Instagram, Foursquare, blogs, Flickr,  Pinterest, Tumblr, YouTube, Vimeo, Vine, etc) como suporte, ou seja, que o Concurso aconteça dentro de qualquer um destes canais sociais, INCLUSIVE quando realizado em GUIAS/ABAS separadas da timeline, como se fazia no Facebook, para atender as guidelines do  próprio Facebook.
O que ainda é permitido e possível fazer é a divulgação dos concursos nos meios sociais, seja por posts ou por links patrocinados, como Facebook Ads, TopTrends Promoted  etc. Contudo, vale lembrar que estas divulgações são permitidas se referidas apenas aos Concursos Culturais, sem envolver a marca ou produtos da promotora.

Quando falamos em PROMOÇÃO, a regra é mais aberta. Neste caso é preciso que seja feito o registro desta na Caixa Econômica Federal e que se respeite as regras da plataforma escolhida, para as que as tem. Por exemplo, no caso do Facebook é proibido que se use as formas de interações disponíveis na plataforma como Likes, Shares e Comments, ou que o Concurso seja realizado na Timeline, sendo necessária a criação de uma GUIA/ABA e uso de aplicativos para desenvolver o concurso. Nem todas as redes tem estas regras disponíveis, como é o caso do Instagram que ainda não divulgou sua guideline. Mas sempre que pensar uma rede para fazer uma promoção, verifique se esta possuí regras a serem seguidas, a fim de evitar problemas futuros.
Tagged Under:

0 comentários:

Postar um comentário